• Renata Marcon - Negócios de Família

Falso Empreendedorismo

Atualizado: 16 de Ago de 2020

Minha primeira empresa faliu, sou um falso empreendedor?




Segundo o SEBRAE 54% das empresas fecham em dois anos, e encontramos muitos empreendedores que fizeram parte dessa estatística, e com isso se tornam frustrados, decepcionados e desanimados, criando uma falsa impressão de ser incompetente e de que empreender é um erro.

Com isso acabam sufocando o sonho de construir seu próprio negócio e ser DONO DO SEU NARIZ.

Em um primeiro momento a segurança de um bom emprego pode ser a melhor alternativa, horário, salário fixo, décimo terceiro, férias e todos os benefícios, que o contrato de trabalho traz.

Mas logo o “bichinho do empreendedorismo” e a vontade de fazer a diferença tomam conta, e aí, como deixar essa sensação de medo e abrir um novo negócio?!


Reuni 6 dicas que vão te ajudar a tomar essa decisão:


Dica 01: Escreva os prós e os contras de ter uma empresa!

Antes de qualquer coisa, avalie porque você quer empreender, qual é o sentido de você ter sua empresa, e coloque em uma folha a resposta para as seguintes perguntas:

O que você ganha se obtiver isso?

O que você perde se obtiver isso?

O que você ganha se não obtiver isso?

O que você perde se não obtiver isso?

Lembre que as respostas devem ser sinceras, objetivas e é proibido responder com a palavra “nada”

Depois faça uma analise e tome sua decisão pautada em fatos e não em “achismos”.


Dica 02: Quais foram os erros cometidos na primeira experiência?

Liste todas as falhas ocorridas na sua empresa, talvez a empresa deu certo, mas ela não era pra você, perceba se foi a gestão, se foi a falta de recursos, se foi os gastos excessivos, se foi o ramo de atuação, se foi o mercado. Tenha visão sistêmica da sua experiência.


Dica 03: Como você foi como empresário?

Se auto avalie como empresário, você soube gerenciar seu negócio, separar seus gastos pessoais dos gastos da empresa, você realmente trabalhou para seu negócio dar certo?

Escreva todas as atitudes que você precisará fazer diferente dessa vez para seu negócio dar certo. Depois pergunte a você mesmo se está disposto a ser um empreendedor melhor, lembre que toda a mudança precisa de disciplina.


Dica 04: Quero empreender para melhorar o que?

Se sua resposta foi sua própria vida ou a vida da sua família, pode não ser a hora de abrir um negócio, empreender é pôr em execução, e claramente não é abrir um negócio, portanto entenda que, empreendedorismo vai além de simplesmente ter sua empresa, você precisará entregar uma melhoria ou satisfazer uma necessidade dos seus clientes, eles irão gerar recursos que bem administrados, gerarão lucros, e assim melhorará sua vida e a vida da sua família. Portanto pense nisso!


Dica 05: Você entende tudo do novo negócio?

Possivelmente não, e isso jamais deve ser um fator para tomada de decisão, mas é necessário que você procure pessoas que saibam aquilo que você desconhece, faça pesquisa, treinamentos, tenha informações que realmente sejam relevantes para seu novo negócio. Inclusive sobre legislações federais, estaduais e municipais.


Dica 06: Qual é o seu sonho?

Se seu negócio for seu sonho, você precisará urgente mudar seu pensamento antes de empreender, lembre que seu negócio é a fonte de recurso para realizar seus sonhos, ou daqui a pouco seu negócio irá se tornar seu pesadelo.


Pronto!


Agora mais consciente, você pode começar a executar esse seu novo projeto!

Para te ajudar vou citar dois grandes exemplos de empreendedores que faliram nas suas primeiras empresas, um deles foi Walt Disney, sua primeira empresa fechou as portas devendo para 43 credores, hoje ele acumula uma fortuna de bilhões de dólares, além de ser exemplo em qualidade no atendimento, criando o “jeito Disney de ser”. Outro empreendedor que serve de inspiração é Soichiro Honda, fundador da Honda Motor Company, além de ser hostilizado por suas “invenções”, quando fechou com seu primeiro grande cliente perdeu parte da fábrica, bombardeada pela guerra, seu melhor negócio surgiu de uma necessidade, com a falta de combustível devido ao pós-guerra, Honda motorizou sua bicicleta, dando início ao surgimento da milionária fábrica de motos e com isso um dos maiores empreendedores no ramo automobilístico.

E quanto a ser um falso empreendedor, lembre-se que se você tem agido seja na sua casa, no seu trabalho, na sua comunidade, você já um EMPREENDEDOR!



"Eu não falhei. Apenas descobri 10 mil maneiras que não funcionam" - Thomas Edison




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo